Allia | Como garantir a segurança patrimonial?
655
post-template-default,single,single-post,postid-655,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-16.8,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive
 
Como garantir a segurança patrimonial?

Como garantir a segurança patrimonial?

Como garantir a segurança patrimonial?

Como garantir a segurança patrimonial?

O ser humano sempre teve as suas necessidades e, entre elas, está o desejo de sentir-se seguro. Com o aumento contínuo da violência, a segurança patrimonial vem se tornando uma prioridade.

O que é segurança patrimonial?

Um conjunto de medidas de prevenção para evitar ou reduzir as perdas patrimoniais de organizações e condomínios. Todas as ações pensadas para a segurança de um empreendimento devem estar alinhadas entre si, com o intuito de aumentar a proteção.

Abrange desde o patrimônio físico até os recursos humanos, defendendo todos os interesses de uma empresa.

Qual a importância da segurança patrimonial?

Protege aquilo que de mais importante a companhia possui: seus funcionários, empreendimento e produtos. Garante também a continuidade dos processos em alguns segmentos empresariais.

Acidentes e desastres naturais acontecem. Alguns, os que não podem ser evitados, devem ser reduzidos. As chuvas torrenciais eventualmente destroem um patrimônio, assim como um incêndio e esses eventos prejudicam toda a produção.

A importância da segurança patrimonial é justamente para viabilizar o funcionamento do negócio sem tantos prejuízos, principalmente quando ocorrem imprevistos como esses. Além de assaltos e furtos.

Como garantir a segurança patrimonial?

Antes de implantar o serviço, é necessário um estudo analisando todos os pontos de vulnerabilidade das empresas para saber onde atuar de forma mais consistente e quais as melhores medidas a serem adotadas.

Para garantir a defesa do seu patrimônio com qualidade, é preciso atentar-se aos seguintes pontos:

– Prevenção: proteger a organização de tudo o que a afeta diretamente de forma negativa;

– Inibição: ter uma segurança ostensiva que deixa claro que qualquer delito cometido no local será extremamente arriscado;

– Capacidade de reação: se os itens anteriores não coibirem uma ação criminosa, a resposta para detê-la deve ser imediata. Reagindo diretamente contra os bandidos ou alertando a polícia;

– Treinamento: deve ser aplicado na rotina dos profissionais para que estejam sempre preparados para atuar de maneira consciente, ágil e precisa;

– Medidas: precisam ser pensadas para que não atrapalhem o andamento da instituição;

– Eficiência e integração: os funcionários necessitam estar plenamente habilitados para cumprir suas funções e integrados a todos os departamentos;

– Transparência e investimento: os procedimentos adotados devem ser aprovados por todos os envolvidos internamente no processo. E, quanto mais risco a companhia apresentar, maior deve ser o investimento;

– Sigilo: todas as informações que envolvem essas atividades devem ser mantidas em segredo, apenas dentro da equipe, evitando a perda da efetividade de suas ações.

 

O texto foi útil para você? Quer garantir a segurança patrimonial da sua empresa? Acesse o site da Allia Segurança e contrate nossos serviços!

 

Leia também: Qual a importância da segurança patrimonial?

 

No Comments

Post A Comment